sexta-feira, 27 de março de 2009

O SOPRO DA VIDA !

Para os nativos Bantu, o que tem importância não é o lugar de nascimento e sim a hora e o dia, pois para eles o dia e a hora são regidos por forças energéticas que farão parte da vida do indivíduo que acaba de nascer.
Naquele bendito dia e bendita hora vem à terra mais um enviado de Nzambi Mpungu, para desfrutar de suas criações no planeta.
No instante do nascimento, o pequenino ser inala o MUIKUA (hálito quente - a primeira respiração) ou seja, o sopro da vida que vem para o sangue, coração e pulmões (órgãos motores), recebendo a vida através da misericórdia de Deus (Nzambi) naquele instante.
É esse sopro de vida que os nativos de origem Bantu acreditam ser a própria Divindade (Nkisi/Mukixi), que no futuro poderá ou não ser iniciado no indivíduo (despertar através da iniciação religiosa).
Por isso que o dia e hora são importantes, pois é naquele momento que se define o Nkisi ou Mukixi que fará parte integrante da vida da pessoa.
Lembrando à todos que quando está no útero materno, o pequenino respira e se alimenta através de sua mãe, passando a ter sua respiração natural e por si próprio após seu nascimento (o sopro da vida - a primeira respiração com seu próprio esforço).....

Kandandu

2 comentários:

Anônimo disse...

nkisi é uma unica entidade ou existem várias?

Tata Kiretauã disse...

Olá!

Os Minkisi (plural de Nkisi), são Divindades, não entidades.
São os próprios elementos da natureza e com certeza são muitos, cada qual atuando e regendo seu campo de atuação nos caminhos naturais do universo.

Abraços